Recent Posts

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Sobre não ter o que dizer.

Entre palavras, textos, recortes, sorrisos, cores, pessoas (e ausência das mesmas). Esse espaço completa um ano. O que era pra ser só-mais-uma-idéia-de-mais-um-domingo-de-tédio acabou se transformando num espelho dos dias, das vidas, dos planos, dos sonhos. Onde me encontro. E encontro pessoas que escrevem, que pensam, que fazem o possível para transformar o que lhes cerca.

Ainda pretendo escrever muito sobre o tempo, sobre a vida, sobre o mundo.

No mais, só resta agradecer mesmo.

Obrigado, de coração, a todos que tornaram esse lugar possível. Aos que visitam, aos que comentam, aos que dividem sonhos, alegrias, e tudo mais. E até aquelas pessoas que se fazem presente por aqui, mesmo sem saber, sem perceber...

E já que chegamos até aqui, vou até onde conseguir. E (agora) acho que dá pra ir longe.

Obrigado.

Daniel Barros.

4 comentários:

Ana disse...

Ah Daniel, que você continue mesmo escrevendo por muito tempo.
E falo isso, com toda sinceridade.

DANI. disse...

Ahhh, eu tenho tanto orgulho de você! Tanto...

Um ano já, né? Quem diria que você ficaria famoso por conta do blog! (Lembra da Fernanda? "Daniel Barros? Do Sobre não ter o que dizer?")

Bom, além de falar demais e de perguntar demais, eu acabo me repetindo sempre, então não é de hoje que eu te digo o quanto gosto de você, do blog e de tudo que você escreve. Não é de hoje que eu digo que você é o meu escritor favorito (supera até o Manoel!!)
Queria te dizer muita coisa, mas resumindo: parabéns! Por tudo...

Obrigada por ter vindo me ver hoje.
Fiquei muito feliz. (:

Beeeeeeeeijo grande.
=*

PS: Mas agora você tem sobre o que dizer, né? =)

DANI. disse...

Aaahhh, eu acho que mereço um prêmio, eu fui a pessoa que mais comentou aqui em toda a vida do blog!
Não só no que diz respeito ao tamanho dos comentários, mas também ao número deles!
Mereço um prêmio sim, poxa vida...





=)

Daniel disse...

é lindo ver meninas (pessoas) inteligentes lendo, comentando, e principalmente acreditando no que escrevo. 'só' por isso, tudo já valeria à pena.

ok, dani. não sei se posso chamar de prêmio, mas acho que tu vai gostar. (...)

Obg, povo!