Recent Posts

domingo, 1 de agosto de 2010

sobre o silêncio (da felicidade)

esse pequeno texto do Giancarlo Rufatto, do ótimo Por favor uma vida nova e cinco pãezinhos, explica bem a ausência de textos por aqui.

Melodramas a parte, meu blog está quase morto. (…) Está quase morto porque o que o alimentava era a “Silvia Plath síndrome” – aquela que só fez coisas relevantes enquanto era desprezada ao mesmo tempo. O que movimenta a literatura dos torturados é a falta: a falta de amor, a falta de dinheiro, a falta de companhia, a falta de uma bebida, a falta. A falta desmascara qualquer frequencia de talento e o que fica é apenas o homem médio, temente a Deus e as prestações. Boa parte do que eu escrevo é meio novela das sete, é frustração de elenco de segunda, é classe média que sonha em ganhar na loteria e descansar em um lugar que foi moda nos anos 80. É o amor, é o trabalho, são planos a médio prazo… (*)

3 comentários:

Gaabi. disse...

hahaha Ja deveria imaginar *o*

Anônimo disse...

*rs*

Núbia

giancarlo rufatto disse...

nem lembrava deste texto, tive de entrar no meu blog pra saber sobre o que era.