Recent Posts

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Luzes artificiais

Assisto a cidade que se move, enquanto ouço canções de amores perdidos. As Luzes artificiais mostram o caminho, em mais uma noite de um frio tímido.

Eu penso em você. E no que você pensa. Porque agora é diferente. Aparentemente os anseios são os mesmos. Mesmo que não exista a demonstração necessária de ambas as partes.

Ouço canções e pessoas. Que hoje falam menos do que falavam. O que faz com que exista uma ausência de informações claras. Eu espero. E só quero saber o que você pensa. Acho que só preciso(amos) disso mesmo. Pode ser do jeito que tenho pensando. Pode ser diferente. Ou pode não ser também.

Só queria entender melhor o que você quer dizer. Quando não diz quase nada.

3 comentários:

DANI. disse...

Só queria entender melhor o que você quer dizer. Quando não diz quase nada.

Gostei.
Gostei muito. (:

(Eu ia comentar no último post, mas escrevi tanta coisa que decidi mandar por e-mail.)

Beeeeijo.
=*

(Impossível falar de você/com você e não pensar na palavra saudade...)

DANI. disse...

Eu penso em você. E no que você pensa. Porque agora é diferente. Aparentemente os anseios são os mesmos. Mesmo que não exista a demonstração necessária de ambas as partes.

Eu espero. E só quero saber o que você pensa. Acho que só preciso(amos) disso mesmo.


É..
eu gostei MUITO desse texto.

anna disse...

Lindo.
Adoro textos assim,escritos por você,rs.

Saudades, rapaz.