Recent Posts

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Interrupção.

ele sente medo de não ser o que pensa, de não ter força suficiente para andar todos os passos necessários, e o tempo passa de forma veloz, dias e mais dias, de histórias mal contadas (ou pouco contadas), lembranças, pequenas viagens, fotografias da janela, dos caminhos, das alturas.

madrugadas de som alto longe de casa, ausências na multidão, andanças e mais andanças, e um estranho silêncio que não tem nenhuma explicação lógica.

vivendo bem e mais, apesar das pedras no caminho.

sem pausa. a partir de agora.

3 comentários:

jaads disse...

nossa, eu ia colar um trecho que eu tivease achado muito bom, mas o texto inteiro é perfeito DDD:

Iara disse...

as pedras no caminho? junte-as e forme um castelo! Aprendendo a viver a vida como protagonista e não simplesmente como observador... isso o que é a vida?
Lindo texto!
Beijoo

Juliana Porto disse...

Sem pausa!
É o que há.

;)
Beijos