Recent Posts

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

sobre os 365 dias.

Falar dos últimos 365 dias sem pensar em sorrisos largos e, ao mesmo tempo, olhos vermelhos em frente ao espelho não dá.

Dias de revolução, descobertas, vontades, excessos, experiências, pessoas queridas, momentos que ficarão guardados em fotografias engraçadas, nos textos não lidos ou simplesmente nas lembranças do sujeito que mudou, que cresceu, que aprendeu na prática o significado de responsabilidade, expediente, cansaço absoluto, e um monte de outras coisas, sem deixar de lado suas idéias, sem perder a fala, ou a vontade de mudar, mesmo que por vezes escutasse que a vida não é assim e todo aquele blábláblá de quem insisti em aceitar calado seja lá o que for.

Detalhes, papéis, atrasos, piadas, festas, café, força, carinho, atenção, trânsito, vontades sujas ou sublimes, tudo que cabe dentro dos dias, das horas, de vida real.

O que antes era necessidade de adaptação para estar próximo, hoje, é necessidade de aceitar, de compreender a distância que de agosto pra cá machuca um pouco, mas que vez ou outra se ameniza em abraços apertados, e sinceros, no fim de tarde no centro da cidade, ou em conversas bobas em ônibus lotados.

Tudo isso pra lembrar de todos os momentos, de todas as pessoas, que nem mesmo o tempo me fará esquecer.

Vamos em frente

1 comentários:

Gaabi. disse...

Essa é o maior exemplo, de que com o tempo aprendemos coisas que sempre esperamos aprender, ou coisas que nunca desejamos ter aprendido, mas esse é bem o estilo da vida.. Nos ensinando tudo todo dia sem se importar se queremos ou não aprender!


--


De nada! Sempre que estou por aqui.. dou uma lidinha em seus pots. Mas eu entendo que as vezes a falta de tempo acaba fazendo o blog esperar mais um dias hehe. Sobre o layout, Obrigada! :D